Pedras Naturais X Fake … uma questão cultural.

Eu cresci apaixonada por pedras.

Revistas de jóias, catálogos de máquinas de lapidação e toneladas de pedras… sim, toneladas!  Aqui na região é costume negociar pedras brutas em toneladas, direto do garimpo (ao menos naquela época era, hj em dia o Ibama fecha tudo! ) e era comum ver os caminhões descarregando os milhares de kgs de pedras… cristal, ametistas, águas-marinhas, rutilos … todo dia uma cor diferente!

Depois, era correr a cidade toda, atrás do melhor formador, de um lapidário que faceta melhor pedras grandes, outro que faceta pedras pequenas, calibrador … Por toda a cidade ficam espalhados os profissionais… por toda a cidade, as pedras reinam.

Mas as pedras reinam apenas assim… nos escritórios, lapidações, envelopes brancos amarrados com borrachinhas amarelas… universo masculino.

Sabe aquele ditado : Em casa de ferreiro, espeto é de pau ! ?

Aqui, na cidade da Pedras, não existem joalherias, nem lojas especializadas em acessórios finos!

Não faz parte da cultura da região.

Hããã???? Como assim????

Ou seja, na Cidade das Pedras, é brega usar pedras !

Até mesmo nas grandes boutiques, multimarcas da cidade, não oferecem opções de acessórios com pedras naturais. Me lembro de um dia que apresentamos nosso mostruário e a dona da loja disse com ar de pesar:

“Ah, tudo tão lindo! Pena que é de pedra !”

O pouco que se encontra são de design básico, em lojinhas do centro… acessórios estilo vovó.

E não é por falta de poder aquisitivo ( leia-se: grana rolando na cidade ) , pois pagam uma nota em bijoux de plástico.

Em que outro lugar do mundo você pode perceber a decepção de alguém ao receber um anel inteiro de pedra de presente?

E por muito tempo me perguntei : será que realmente, pedra é brega?

Ou será que brega é quem não sabe usar um acessório de pedra?

E cheguei a conclusão que , nem um, nem outro.

Pedras naturais são chiquéeerimas, isso é algo indiscutível.

A questão é meramente cultural mesmo.. E passar por cima de uma cultura é algo muito difícil, muito forte.

Não existe o costume de usar jóias., não existe costume de valorizar o uso da pedra. ( Quem usa pedra é gringo ! )

As pedras sempre saíam da cidade logo após a lapidação. As pessoas da cidade não viam o que era criado a partir daquelas pedras. Dessa forma, não criaram hábito de criar jóias, muito menos de usá-las.

E por outro lado, as pessoas viam tanta pedra, que não davam valor. Existe até hj o pensamento que, se tem tanta pedra, é pq não deve valer nada.

Esse é um pensamento ocasionado pela falta de conhecimento. Esse é o tipo de cultura dificil de reverter. As pessoas não entendem que estão num lugar especial, numa bacia gemólogica, e que essa fartura é uma fonte de riqueza enorme e  rara !

A cultura da cidade sempre foi de trabalhar fechado, o medo da cópia de modelos de lapidações era tão grande, que expor uma jóia inteira, numa vitrine , para que a cidade inteira visse, parecia algo surreal.

Cada lapidação se especializava em um tipo de trabalho, e seguiram assim, por muito tempo. Da mesma forma, seguiram as pedras daqui, sem que ninguém visse.

Como ningúem vê a jóia finalizada. Jóias passaram a ser um negócio masculino. As pedras são tratadas de forma totalmente comercial ,a pedra se tornou algo mecânico.

E assim, as mulheres substituíram as pedras pelos plásticos, e isso passou a bastar.

Mas está na hora de mudar.

Afinal, toda mulher merece JÓIAS !

Jóias de verdade, não fake! please!

E um enorme passo para mudar a história da cidade começou a acontecer.

Há alguns anos atrás, começaram a acontecer alguns tímidos cursos de ourivesaria oferecidos pelo Cep-Senai.

Foi o primeiro passo, mas ainda não era bem isso que precisávamos.

Eis que esse ano iniciou um curso de Joalheria pela UEMG ( já falei sobre ele alguns posts atrás).

E esse é o maior passo pra frente que damos , depois de anos observando Teófilo Otoni caminhar pra trás.

É muito legal ver os horizontes se ampliando, ver uma turma cheia de profissionais experientes tendo a humildade de entrar em sala de aula e rever conceitos, formar novas opiniões e se modernizar.

Acredito que estamos vivendo um marco na história de Teófilo Otoni, mas só vamos ver o resultado daqui a algum tempo, depois que a primeira turma estiver formada e novos joalheiros estiverem mostrando cada um seu estilo, idependente do material.

E como não é só de pedra que vive o homem, o lado cultural da cidade nunca esteve tão movimentado.

Fotografia, grafitte, quadrinhos, música… gente moderna que mexe com a cidade!!!

E nada muda mais a cultura da cidade do que gente jovem e moderna!

Teatro fervendo, saraus deliciosos, literatura… Mulheres únicas, raras…

Fazer a diferença é essencial !

Mulheres provocantes, coloridas, que cantam, grafitam , atuam , escrevem, e assim criam um novo conceito de beleza pra cidade. Mulheres que não são descartáveis.

Mulheres essenciais. Verdadeiras.

Não fakes.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Pedras Naturais X Fake … uma questão cultural.

  1. Eu, achei super legal, tudo isto, mesmo porque amo pedras desde menina, e infelizmente morando no interior de São Paulo, Araras, especificadamente, nunca tive contatos com as pedras brutas, mas seria maravilhoso para mim poder ver como se lapidam as pedras, e até mesmo como se extraem as mesmas da Natureza, eu acho tudo isso maravilhoso e me vestir com pedras é essencial pra mim, elas estão encutidas na minha personalidade, comprei até um livro intitulado a Bíblia das Pedras, para poder aprender sobre elas, faço semi-jóias com elas e vendo tbém, mas é tão caro obte-las por aqui, faço tudo o que posso para ter as mais lindas e brilhantes, amo muito tudo isso, e adorei conhecer suas peças, são barbaras, enormes do jeito que eu gosto, dai meu e-mail ser denisebrilhante@bol.com.br ou denisebrilho@hotmail.com, tenho um blog tbém, http://www.poesiasquebrilhamblogspot.com, onde escrevo poesias, já escrevi poesias sobre pedras até para programas de vendas de jóias pela TV, lá em Curitiba, enfim Vcs estão de parabéns, e ganharam uma fã, pois amei tudo e aasimque puder vou comprar algumas peças, com certeza.Mulher tem que brilhar, só pelo fato de já ser mulher, quanto mais usando uma jóia elaborada com pedras naturais, isto é divino, Pedras são presente de Deus para a humanidade, quem dera pudessemos enteder isso e aproveitar toda essa beleza na nossa vida, Pedra é tudo de Bom, tanto é que em Apocalípse, na Bíblia Sagrada, se tem um retrato do céu, feito pelo dicípulo João, onde tudo é feito com pedras, lá esta as Ruas de cristais, os portais de Pérolas, muros de Ametistas, Esmeraldas, Rubis, Safiras e muito mais, sem falar nos Rios de Ouro Puro, Pedras estão no destinos dos homens, desde a fundação do mundo. Pedras foram criadas por DEUS, então como não ser elas tão especiais, como não dar importancia a Diamantes, Esmeraldas, Rubis, Safiras e uma infinidades destas preciosidades que nos rodeiam e nos norteiam o tempo todo?!!!!!!!!!!!!!! como?!!!!!!!!!!! impossível, pelo menos para mim. obrigada pela atenção, desculpem-me o entusiasmo, mas amei de verdade este site. tudo de bom, muita luz, muita energia positiva, muitas bençãos de DEUS para todos vcs que estão envolvidos com Pedras.

    Curtir

    • Denise, que máximo tudo que vc disse! Sou uma apaixonada por pedras, amo de todo o coração! Sou a quinta geração da minha família trabalhando no ramo de pedras, cresci indo em lavras de todos os tipos, meu pai tinha lavras de águas – marinhas, o que me fez crescer com tudo isso enraizado em meu coração. Com 13 anos eu já participava das Feiras Internacionais de Pedras Preciosas com meus pais. Agora, lutamos para valorizar o comércio de pedras na cidade.
      Aos poucos vou postando fotos sobre o modo de extrair as pedras e depois o passo a passo do processo de formação, corte e polimento das pedras. Nossa, tenho fotos incríveis de lavras que já nem existem mais. Coleção de fotos das lavras de Pedra Azul, famosa por ser a lavra aonde foram extraídas as águas marinhas que foram dadas de presente a Rainha Elisabeth da Inglaterra.
      Fico super feliz por vc compartilhar da mesma paixão que nós.
      Esse ano terá uma Feira Internacional de Pedras Preciosas na cidade, de 28 de agosto a 01 de setembro e será incrível, pois vem expositores de todo o mundo para trazer suas pedras incríveis.
      Obrigada pelos elogios a nosso trabalho, isso nos incentiva a fazer sempre melhor !
      Bjs,
      Ana Maria

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s